AEN1 LOURES no PARLAMENTO JOVEM

Reportagem sobre o Parlamento dos Jovens 2017, elaborado pela aluna jornalista Sara Capucho, da Escola Básica Luís de Sttau Monteiro.

O programa Parlamento dos Jovens, aprovado pela Resolução n.º 42/2006, de 2 de junho, é uma iniciativa da Assembleia da República, dirigida aos jovens dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e do ensino secundário, de escolas do ensino público, privado e cooperativo do Continente, das Regiões Autónomas e dos círculos da Europa e de Fora da Europa. 

Escola de Loures visita o “Lisboa Story Centre”

No dia 25 de Janeiro, por volta das 9 horas, várias turmas do 2º e 3º ciclos da Escola Básica Luis de Sttau Monteiro, em Loures, acompanhadas pelos seus professores, partiram para uma visita de estudo ao “Lisboa Story Centre”, em Lisboa.

 

Esta visita, realizada no âmbito da disciplina de HGP, em articulação com Português, EV, ET, e E.Musical, permitiu que, já no museu os alunos pudessem assistir a uma representação de uma personagem histórica do séc. XVIII, com quem puderam interagir e aprender algo mais sobre esta época.

Posteriormente os estudantes colocaram uns auscultadores e, à medida que caminhavam, para além de observarem mapas e imagens, iam ouvindo toda a história da cidade de Lisboa.

Um dos espaços que os chamou a atenção foi o interior de uma nau que parecia um armazém, onde existiam várias especiarias da época. Há quem tivesse comentado que “cheirava a canela”.

De seguida, os visitantes puderam assistir a uma simulação do terramoto de 1755 e, por fim, à projeção de algumas imagens sobre acontecimentos da época.

Após a pausa para almoço, visitaram o Arco da Rua Augusta e puderam observar a panorâmica da cidade, incluindo o Castelo de S. Jorge.

Pelos comentários dos alunos, a visita de estudo, além de ter sido bastante divertida, também foi bastante esclarecedora.

VAMOS PLANTAR UMA ÁRVORE?

Numa iniciativa de âmbito nacional, a Forum Estudante ofereceu 1000 árvores a escolas de todos os distritos de Portugal continental. Hoje, 21 de março, Dia da Árvore, foram os alunos a fazer a plantação. A Escola Básica de Loures foi uma das contempladas! ;) No total, são 500 sobreiros e 500 pinheiros mansos que serão uma nova presença nas escolas portuguesas. Os alunos a colocaram as mãos na terra e plantaram as árvores nos seus recintos escolares. Esta é uma ação da Forum Estudante inserida no Programa Redescobrir a Terra - iniciativa promovida em parceria com a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) e que tem como objetivo "sensibilizar e capacitar os jovens portugueses para a importância estratégica da agricultura, do mundo rural e do desenvolvimento sustentável para Portugal".

PROJETO CUIDAR - P.E.S.C.A

Os alunos do 4.º A da escola Básica de Loures tiveram hoje, dia 21 de fevereiro, a oportunidade de revelar a uma vasta assistência na Biblioteca José Saramago o produto final de todo o seu trabalho no âmbito do Projeto CUIDAR.

Ao longo de várias semanas os alunos debruçaram-se sobre as catástrofes naturais e elegeram as CHEIAS E INUNDAÇÕES como o seu principal foco. A escolha óbvia surgiu pelo facto destas serem catástrofes com alguma relevância no concelho de Loures.

A partir daí não pouparam esforços para provarem que as crianças também são capazes de intervir e ajudar em casa de catástrofe.

Poderão acompanhar todo o processo e ideias avançadas, através do vídeo que aqui deixamos.

A sensibilidade cultural é essencial para a gestão eficaz das catástrofes e para a redução do risco. No entanto, os planos de proteção civil tendem a ignorar as necessidades e as capacidades das crianças e jovens. Neste projeto, a voz é dada às crianças e aos jovens, por um lado, pois se entende que eles são capazes de exprimir pontos de vista interessantes e autónomos sobre o mundo que as rodeia. E, por outro, as crianças não são vistas como um grupo homogéneo mas sim como um que tem diversas perspetivas culturais e experiências dos papéis a assumir em caso de catástrofe.

O projeto CUIDAR considera que os mais pequeninos têm um papel determinante no desenho de respostas eficazes em situação de catástrofe. Desta vez coube aos alunos do 4.ª A assumirem essa responsabilidade.

Trata-se de um projeto Europeu, financiado pelo Programa Horizonte 2020 (Comissão Europeia), destinado a crianças e jovens do 4º e 9º ano de escolaridade, com o objetivo de compreender a perceção que têm do risco, fortalecer a sua resiliência e capacitá-los para comunicar com os profissionais da área da proteção civil de forma mais efetiva.

Para o efeito, a iniciativa integra um conjunto de workshops e a realização de exercícios de aprendizagem mútua com as crianças, os jovens e os profissionais responsáveis pela resposta a emergências, com vista a sensibilizar e influenciar as políticas e os planos locais sobre catástrofes, os quais devem passar a integrar as necessidades específicas desta faixa etária da população.

 

O Natal na EB JI de LOUSA

Partilhamos convosco um registos de algumas atividades desenvolvidas na nossa escola por altura da época natalícia!

Exposição de Geografia & Placard de Geonotícias

A Exposição de trabalhos do 7º Ano diz respeito ao 1º Tema - A Terra. Estudos e representações no âmbito da localização dos lugares com o título: "A Rosa dos Ventos". Em relação ao 9º ano, os trabalhos referem-se ao 5º tema - Contrastes de desenvolvimento no âmbito dos países com diferentes graus de desenvolvimento com o título: "Um planeta Terra com diferentes realidades".

No que diz respeito ao placard das Geonotícias...continua a informação dos conteúdos programáticos a ser dada ao longo do ano letivo de 2016.17...nesta semana está relacionada com a eleição do presidente para a ONU...António Guterres...(As organizações internacionais).

As notícias antigas...

Por motivos de alojamento, as notícias do ano 2016 foram movidas para outra página. Pode acedê-las, clicando AQUI.